©Copyright 2019 - All rights reserved by João Pedro Teixeira.

  • Facebook ícone social
  • YouTube
  • Vimeo ícone social
  • Instagram
Goutelas Quarto Part.jpg

SOBRE

João Pedro Teixeira é um dos mais brilhantes músicos da nova cena musical brasileira e mundial. Compositor, arranjador e premiado instrumentista, o acordeonista é reconhecido por uma virtuose repleta de criatividade e sensibilidade musical.

Com um modo muito particular de tocar o seus Acordeons (Piano / Diatônico de 8 Baixos), o discípulo de Hermeto Pascoal tem sua base na "Música Universal”, regional, erudita, jazz, forró e choro. 

João Pedro atua em solo, duo, com quinteto de cordas, grupos de formações instrumentais variadas e como solista em orquestras de cordas e sinfônicas, sempre de forma versátil e com extrema qualidade. O músico já trabalhou com diversos músicos reconhecidos nacionalmente e internacionalmente, como Hermeto Pascoal, Dominguinhos, Oswaldinho do Acordeon, Paolo Gandolfi, Miquèu Montanaro, Wagner Tiso, Orquestra Sinfônica do Paraná, Orquestra Cordas do Iguaçu entre outros. Participou de inúmeros festivais internacionais icônicos, entre eles:

Jazz à Porquerolles - França.

Festival La Pamparina - Thiers, França.

Internationales Akkordeon Festival  / Akkordeonale - Alemanha e Áustria. 

Monterchi Festival - Arezzo, Itália.

House Concert Festival - Bergamo BG, Itália.

1º International Jazz Day - Florianópolis, Brasil.

Nu Jazz Festival - Curitiba, Brasil.

34º Festival de Música de Londrina - Londrina, Brasil.

10º Festival de Música de Ponta Grossa - Ponta Grossa, Brasil.

Alguns momentos importantes na carreira:

Atua como solista no ano de 2016 junto à Orquestra Sinfônica do Paraná, na execução da Sinfonia em Quadrinhos de Hermeto Pascoal, que até então, só havia sido executada uma única vez no ano de 1986. O concerto contou com participação do próprio Hermeto.

Durante turnê na Itália, recebe convite para compor uma peça em homenagem ao Castello di Canossa, No ano seguinte, retorna à Itália para a execução da peça, junto ao Quinteto de Cordas de Torino, na Casa del Tibet – Canossa.

No ano de 2018 é convidado a permanecer em residência no Château de Goutelas localizado no sul da França para, nesse período, compor uma peça dedicada ao castelo, nasce assim a obra em quatro movimentos, intitulada “De Adamas à Duke”, onde cada movimento representa um período marcante de sua bela história:

1º Movimento – Origem / 2º Movimento – Renascimento / 3º Movimento – Revolução / 4º Movimento – Segundo Renascimento.

Os manuscritos originais da partitura podem ser apreciados no Château.

Ao final da residência, João Pedro, novamente acompanhado pelo Quinteto de Cordas de Torino, apresenta a peça ao público, na ocasião, é aplaudido de pé. 

Atualmente, segue se apresentando em importantes salas de concerto do Brasil e da Europa, levando sua música e tocando-a com maestria e com o coração.